Loading

Lusografias: (re)leituras da Literatura Portuguesa

 Rosana Apolonia Harmuch

 Antonio Augusto Nery (Orgs.)

 

 

Dados técnicos da obra

 Edição: 1a

 Páginas: 224

 Formato: 15,5 x 21,5

 Peso: 362g

 Miolo: papel ofsete 90g, costurado

 Capa: cartão supremo 250g, com laminação fosca

 Ano de publicação: 2012

 ISBN: 978-85-62450-28-0

 Revisão: Hein Leonard Bowles

 Capa, projeto gráfico e diagramação: Dyego Marçal

 

Resenha da obra

 

Entre os dias 13, 14 e 15 de junho de 2012, ocorreu na Universidade Estadual de Maringá (PR) o II Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI). Além de conferências com renomados autores da área de Letras, o evento contou com mesas-redondas, minicursos, sessões de comunicações e simpósios temáticos. Nessa última modalidade, os participantes poderiam se agregar para a discussão de temas mais específicos relacionados à grande área de Letras. Dentre os diversos simpósios que estruturaram o II CIELLI, Diálogos com a Literatura Portuguesa dedicou-se inteiramente à reflexão acerca da Literatura Portuguesa e suas interfaces. Lusografias: (re)leituras da Literatura Portuguesa é a coletânea de alguns dos estudos apresentados durante esse profícuo encontro.

 

 

 

 

 

Apresentação

 

Lusografias é um título feliz para o livro que ora vem a lume: estudiosos brasileiros debruçam-se sobre títulos e autores de literatura portuguesa. Os ensaios aqui apresentados obedecem a dois eixos de reflexão: a controversa e polêmica noção de identidade nacional e os mecanismos da literatura em tempos de paradigmas multifacetados. Autores canônicos como Luís de Camões, padre António Vieira, Almeida Garrett, Eça de Queirós, Fernando Pessoa e José Saramago são abordados direta e indiretamente, ou seja, ora como autores, ora como personagens, ora como origem a ser desconstruída ou repensada. A par desses, são estudados autores a que a atualidade e a comunicação social vêm dando relevância e galardões: Lídia Jorge, Miguel Sousa Tavares, Inês Pedrosa e Gonçalo M. Tavares. Cumpre ressaltar as significativas bibliografias de apoio, reveladoras de coincidentes e divergentes tendências e, sobretudo, da consolidação de uma crítica acadêmica lusófona, de aquém e além mar, de grande qualidade e complementaridade.

 

 

 

Anamaria Filizola

 

 

 

Sumário

 

Apresentação

 

Camões e Pessoa: poéticas revisitadas em

 

O ano da morte de Ricardo Reis

 

Cátia Inês Negrão Berlini de Andrade

 

Nacionalismo, mitificação e tragédia em

 

Frei Luis de Souza, de Almeida Garrett

 

Evanir Pavloski

 

Eça de Queirós por Jaime Cortesão: franciscanismo

 

e reconciliação no “último Eça”

 

Antonio Augusto Nery

 

Limites e não-limites: a ironia romântica em

 

A costa dos murmúrios, de Lídia Jorge

 

Rosana Apolonia Harmuch

 

Política de fixação ou de transporte: dois

 

paradigmas para a casa de Valmares

 

Naira de Almeida Nascimento

 

Campo de imanência e linhas de diferença no

 

romance A Manta do Soldado, de Lídia Jorge

 

Silvana Oliveira

 

Outra vez a constatação de viagens malogradas: uma

 

análise do romance Equador, de Miguel Souza Tavares

 

Olímpia Maria dos Santos

 

Intertextualidade, ressignificação e memória da

 

literatura em A Eternidade e o Desejo, de Inês Pedrosa

 

Marcelo Franz

 

O eterno retorno ao mito: ausências e presenças

 

de Portugal em Uma viagem à Índia e Biblioteca

 

Telma Maciel da Silva

 

 

 

 

 

 

 

Sobre os autores

 

 

 

Cátia Inês Negrão Berlini de Andrade

 

Docente da Universidade Estadual Paulista, UNESP/Campus de Assis. Tem experiência e publicações na área de Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: Gêneros Híbridos da Modernidade, Literatura e Memória, Escritas do eu, Literatura Comparada, Ficção e História, Narrativa Italiana. E-mail: ci.andrade@uol.com.br

 

 

 

Evanir Pavloski

 

Doutor em Estudos Literários pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professor Assistente da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). E-mail: evanir.pv@gmail.com

 

 

 

Antonio Augusto Nery

 

Doutor em Letras (Literatura Portuguesa) pela Universidade de São Paulo (USP). Professor Adjunto de Literatura Portuguesa da Universidade Federal do Paraná (UFPR). E-mail: gutonery@hotmail.com

 

 

 

Rosana Apolonia Harmuch

 

Doutora em Estudos Literários (UFPR). Professora Adjunta de Literatura Portuguesa na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Atua também no Programa de Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade, na mesma instituição. E-mail: rosanaharmuch@hotmail.com.

 

 

 

Naira de Almeida Nascimento

 

Doutora em Estudos Literários pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professora Adjunta de Literaturas de Língua Portuguesa na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). E-mail: naira.alm@gmail.com

 

 

 

Silvana Oliveira

 

Doutora em Teoria e História Literária pela Unicamp e professora associada na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). E-mail: oliveira_silvana@ hotmail.com

 

 

 

Olímpia Maria dos Santos

 

Professora do Centro de Ensino Superior de Valença, RJ – CESVA, e do Centro Universitário Geraldo Di Biasi, Volta Redonda, RJ – UGB. Mestre em Literatura Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Doutora em Literaturas Africanas em Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2007). E-mail: olisanto_angola@hotmail.com

 

 

 

Marcelo Franz

 

Doutor em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo (USP). Professor titular de literatura do curso de Letras da PUC/PR. O artigo aqui publicado vincula-se a projeto de pós-doutorado desenvolvido pelo autor no DTLLC da FFLCH/USP. E-mail: marcelo.franz@pucpr.br

 

 

 

Telma Maciel da Silva

 

Doutora em Letras pela UNESP/Campus de Assis. Professora Adjunta de Teoria Literária do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas da Universidade Estadual de Londrina (UEL). E-mail: telmaciel@gmail.com
 

Veja mais fotos...

Lusografias: (re)leituras da Literatura Portuguesa_215